Brasil
Publicada em 31/07/18 às 12:25h - 146 visualizações
Número de desempregados recua 5,3% do primeiro para segundo trimestre
Taxa de desemprego caiu de 13,1% para 12,4% no período

Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro


O número total de desempregados no país caiu de 13,7 milhões no primeiro trimestre deste ano para 13 milhões no segundo trimestre. Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD-C), divulgados hoje (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de um trimestre para outro, houve uma queda de 723 mil pessoas na população desocupada, ou seja, de 5,3%.

Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, também houve queda: 520 mil pessoas ou 3,9%.

A taxa de desemprego foi outro indicador que apresentou queda nesta edição da PNAD-C de 13,1%, no primeiro trimestre, para 12,4% no segundo trimestre do ano. No segundo trimestre do ano passado, a taxa era de 13%.

A população ocupada ficou em 91,2 milhões de pessoas, crescimentos de 0,7% (mais 657 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e de 1,1% (mais 1 milhão de pessoas) na comparação com o segundo trimestre de 2017.

Informalidade

Apesar disso, o crescimento do contingente de ocupados foi puxado pelos trabalhadores sem carteira assinada e aqueles que trabalham por conta própria. O número de empregados com carteira de trabalho assinada no setor privado, de 32,8 milhões, manteve-se estável em relação ao primeiro trimestre e caiu 1,5% (menos 497 mil pessoas) na comparação com o segundo trimestre de 2017.

O número de empregados sem carteira (11 milhões) cresceu 2,6% (mais 276 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 3,5% (mais 367 mil pessoas) em relação ao segundo trimestre do ano passado.

A categoria dos trabalhadores por conta própria (23,1 milhões de pessoas) ficou estável em relação ao trimestre anterior e cresceu 2,5% (mais 555 mil pessoas) na comparação com o segundo trimestre de 2017.

Setores

Entre os dez grupamentos de atividades da economia, apenas dois tiveram crescimento nos postos de trabalho em relação ao primeiro trimestre: indústria geral (2,5%) e administração pública, defesa, saúde e educação (3,8%). Os demais setores mantiveram-se estáveis.

Na comparação com o segundo trimestre de 2017, também houve aumento em dois setores: administração pública, defesa, saúde e educação (3,7%) e outros serviços (6%).

Rendimento

O rendimento médio real habitual ficou em R$ 2.198 no segundo trimestre deste ano, relativamente estável tanto em relação ao trimestre anterior quanto na comparação com o segundo trimestre do ano passado.

Edição: Maria Claudia




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário



(79) 99941-0830

No Ar
CONEXÃO COM A SUPER RÁDIO TUPI com SUPER RÁDIO TUPI
Peça sua Música

  • monica yara
    Cidade: campina grande
    Música: Lembro-Brunno carvalho
  • ciro
    Cidade: lagarto
    Música: amantes
  • ciro
    Cidade: lagarto
    Música: manino da porteira
  • Francisco PauloSalvador dos Santos
    Cidade: Catu
    Música: matriz e filial
  • Francisco PauloSalvador dos Santos
    Cidade: Catu
    Música: Tempo Rei (Gilberto Gil)
  • Francisco Paulo Salvador dos Santos
    Cidade: Catu - Bahia
    Música: super heroi (Gilberto Gil)
Bate Papo

Digite seu NOME:


Publicidade Lateral
Estatísticas
Visitas: 64654 Usuários Online: 22


Parceiros

A Rádio Da Família 40 Anos Fazendo História
Copyright (c) 2019 - Rádio Princesa da Serra AM 830 khz - Todos os direitos reservados