Cultura
Publicada em - 74 visualizações
No Programa Revista Dominical a Voz da Mulher Cordelista

Rádio Princesa da Serra Am 830 KHZ


Da Esquerda para Direita Prof. Lurdes, Mozart, e Ana Peixoto  (Foto: Mozart Oliveira)

19/03/2018

O Programa Revista Dominical que vai ao ar aos Domingos, das 07 às 09 horas da manhã, através da Rádio da Família Princesa da Serra, AM 830 khz, tendo como seu idealizador, e apresentador este ícone, e enciclopédia viva do nosso Rádio brasileiro, Sr. Mozart Fonseca de Oliveira, coadjuvado por sua digna consorte Professora Lurdes Oliveira. No programa do ultimo domingo 18 de março, esteve presente para entrevista a cordelista Ana Peixoto, onde o tema em foco foi o que você vai acompanha a seguir.


O titulo da antologia já demostra o compromisso histórico em que esta se inscreve. Maria DAS NEVES Batista Pimentel é o nome da primeira mulher cordelista de que se tem registro. Sua Produção poética, que tem início em 1938, era assinado como o nome de Altino Alagoano, seu esposo. O lançamento do dia 22 pontua o lapso de setenta anos que separa dois momentos históricos distintos: O primeiro, em que a mulher do cordel teve sua voz quase totalmente silenciada, mas cujos os ecos, felizmente, chegaram até nossos dias; e o segundo, em que dezessete mulheres do cordel lançam suas poderosas vozes e bradam aos quatro cantos do estado que lugar de mulher é onde ela quiser, e elas querem o cordel.


Assim, a Academia Sergipana de Cordel lança sua primeira publicação de 2018, orgulhosa de ser a academia de cordel mais feminina do Brasil - atualmente, conta com onze mulheres em seu quadro acadêmico, mas promete ampliar muito mas esse número. Essa primeira antologia reitera a luta permanente das mulheres por igualdade de condições e exalta seu talento e sua poesia.


De acordo com a Presidente da ASC, Izabel Nascimento, esse lançamento no mês de março tem um significado ainda maior. "No mês marcado pelo Dia Internacional da Mulher, o nosso objetivo com a publicação é apresentar a vertente poética, não menos forte nem menos importante, das mulheres. Todas as histórias retratadas no livro são inspiradoras, e nada melhor do que o mês de março como palco desta apresentação poética", afirma.


Lançamento


O lançamento acontece no dia 22 de março, às 19h. no Clube da Caixa em Aracaju. O espaço é aberto a todos os públicos.

Por Jorge Henrique Vieira Santos - Membro da Academia Sergipana de Cordel.


Raciocínio


Em seu raciocínio, Woolf (2014, p. 57) afirma que, mesmo não sendo reconhecidas como autoras, muitas vezes eram as mulheres as transmissoras das lendas folclóricas, contando-as para os seus filhos ou para outras mulheres com quem conviviam. Em sua dissertação de mestrado, intitulada Mulheres cordelistas: Percepções do universo feminino na Literatura de Cordel (2006), a pesquisadora Doralice Alves de Queiroz faz uma afirmação em consonância com a da escritora britânica.


Durante muito tempo, os sentimentos, as visões do mundo, as aspirações femininas foram recalcados na escrita, e, salvo algumas exceções, foi talvez na oralidade e no âmbito doméstico que a voz feminina pôde dar sua contribuição artística e poética. (QUEIROZ, 2006, P. 13).


Preliminarmente, estas observações deixam bem claro que não só no  Nordeste brasileiro, mas em todas as sociedades patriarcais, as mulheres tiveram sempre que transpor barreiras, quase intransponíveis em seus contextos, para adentrar no universo da escrita, geralmente dominado pelos expoentes da arte de narrar. O fato é que elas não se deixaram intimidar, embora muitas tenham  sido obrigadas a travestir a voz e o pensamento para galgar p primeiro degrau, como ocorreu a muita mulheres repentistas e cordelistas no sertão nordestino entre o final do século XX e começo do XXI.


2 De repente, mulheres no cordel e no repente





Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.




(79) 99941-0830

No Ar
ESPAÇO LIVRE com CARLOS FERREIRA
Peça sua Música

  • Lourdes.
    Cidade: Barra Velha- Sta Catarina .
    Música: Messias a musica é aquela que fala da casa da vovó que tem fogão de lenha sabe qual é.
  • carlos Eduardo
    Cidade: Aracaju
    Música: Paulo Sergio ; Ultima canção
  • ciro pereira
    Cidade: lagarto se
    Música: entiquetas
Mural



Sem Recados no momento
Publicidade Lateral
Bate Papo

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 16957 Usuários Online: 28


Parceiros

A Rádio Da Família
Copyright (c) 2018 - Rádio Princesa da Serra AM 830 khz - Todos os direitos reservados